Actividades Subaquáticas 

Batelao Patty (5 of 5).jpg

Actividades Subaquáticas

A Direção do Clube Naval de Sesimbra (CNS) decidiu, em 2019, reactivar a Secção de Actividades Subaquáticas e, nesse sentido, foram criadas as condições indispensáveis para o desenvolvimento das modalidades desportivas de Audiovisuais - Fotografia Subaquática e de Apneia - Pesca Submarina, sendo o CNS pioneiro na organização de competições internacionais.

O CNS é membro fundador da Federação Portuguesa de Actividades Subaquáticas (FPAS), que integra a Confédération Mondiale des Activités Subaquatiques (CMAS) e, que por sua vez, é membro do Comité Olímpico Português e membro fundador da Confederação do Desporto de Portugal.

A Secção de Actividades Subaquáticas do CNS tem em vista desenvolver a competição e o conhecimento em áreas que vão desde o mergulho em apneia e com escafandro, passando pelos diferentes tipos de equipamentos, à fauna e meio ambiente.

As Actividades Subaquáticas podem ser praticadas por atletas de competição de ambos os sexos e de uma faixa etária mais alargada do que o habitual, relativamente a outras modalidades, para além dos 40 anos.

O campo de actuação desta Secção do CNS é a formação e a prática desportiva destas modalidades, promovendo o Fair Play. Contribuindo, por um lado, para a organização e participação em eventos desportivos e, por outro, a realização de acções comunitárias, para a promoção turística e económica de Sesimbra.

Sejam Bem-vindos!

AUDIOVISUAIS – FOTOGRAFIA SUBAQUÁTICA

A Fotografia Subaquática é considerada como uma especialização do mergulho com escafandro ou em apneia.

O CNS estreou-se com três equipas de duplas de atletas (fotógrafo e modelo/ assistente) na primeira etapa da Taça de Portugal, em 2019. Neste tipo de competições, os atletas, no final dos mergulhos, entregam os respectivos cartões de memória das câmaras fotográficas com as imagens captadas, representando várias categorias, nomeadamente, Grande Angular, Ambiente, Macro, Peixe e um Tema para, posteriormente, serem avaliados pelo Júri de Prova.

Na prática desta modalidade é utilizado o tradicional equipamento de mergulho e é necessária uma câmara fotográfica, com uma caixa estanque e flash’s subaquáticos para iluminação do meio ambiente, porque as cores debaixo de água perdem-se com a profundidade.

A Fotografia Subaquática poderá contribuir para a promoção e divulgação dos fundos marinhos, dos locais onde se realizam as provas e de Sesimbra, como local de eleição para a prática das Actividades Subaquáticas.

APNEIA - PESCA SUBMARINA

A prática lúdica e de competição de Pesca Submarina, exclusivamente em apneia, é das mais populares em Portugal, tendo milhares de praticantes. As capturas resultantes das provas são habitualmente doadas a instituições de solidariedade social.

O equipamento básico para a sua prática é composto por máscara, tubo, barbatanas, fato de mergulho, meias, luvas, cinto com lastro, boia (ou prancha) de sinalização, lanterna, bem como diversos equipamentos complementares ou de apoio, nomeadamente, eletrónica e embarcação.

Esta modalidade subaquática, devidamente regulamentada, tem por base a captura em número reduzido de espécies marinhas, no seu habitat natural, através da utilização de um arpão ou arma, de forma selectiva, protegendo e respeitando as espécies raras ou ameaçadas de extinção, bem como os seus períodos de reprodução.

A Pesca Submarina tem um historial desportivo internacional, com a realização da primeira prova internacional oficial, em 1954, em Sesimbra. De realçar que, nesta modalidade desportiva, Portugal já foi Campeão do Mundo por equipas e individual, entre outras conquistas relevantes.

E o CNS, no seu relançamento desta modalidade desportiva, em 2019, na Praia das Bicas, orgulha-se de ter conquistado o título de Campeão Regional do Continente por equipas.

© Clube Naval de Sesimbra - todos os direitos reservados